Memorial do Holocausto

22 10 2009

O Memorial do Holocausto de Berlim é, como o próprio nome diz, é um local dedicado a guardar e resgatar a memória das vítimas do Holocausto. A obra é um projeto do arquiteto Peter Eisenman e foi concluída em 2004 e inaugurada em 2005. O memorial ocupa uma área de 19000 metros quadrados que foi coberta com 2711 blocos de concreto de alturas e tamanhos diversos. A idéia do arquiteto era simular as sensações de medo, surpresa e insignificância sentidas pelos judeus. Dessa forma ao caminhar entre os blocos e perceber que esses aumentavam de tamanho até atingirem 2,38 metros, as pessoas perderiam seu senso de direção, pareceriam estar andando em um labirinto, não tendo nenhum ponto visual como referência. Se sentiriam pequenas e confinadas perto do tamanho dos blocos de concreto e também com medo, pelo fato de se cruzar com as pessoas que estariam fazendo o percuso no memorial sem estar esperando por elas. Embaixo dos blocos há um anexo, o “Local de Informação” onde está guardado o nome de todas as vítimas judias conhecidas do Holocausto, fornecidos pelo museu israelense Yad Vashem.

Holocaust Mahnmal
Cora-Berliner-Straße, 10117 Mitte
Berlin, Germany‎





Vale do Anhangabaú

21 10 2009

Desde o início da ocupação de São Paulo, o rio Anhangabaú teve um papel fundamental para o desenvolvimento da cidade, sendo utilizado para navegação de acesso, além de abastecer a população de suas margens. No final do século XIX, devido à expansão da cidade e de seu relevo acidentado, iniciou-se a construção de viadutos. O primeiro a ser construído foi o Viaduto do Chá, fazendo a ligação entre as ruas Direita e Barão de Itapetininga. No início do século XX, com o rio já canalizado, fez-se o ajardinamento do vale, porém sua urbanização efetivou-se apenas nas décadas de 1910 e 1920, com a criação do Parque do Anhangabaú pelo arquiteto francês Bouvard. Em 1938 foi inaugurado o novo Viaduto do Chá, projetado por Jules Martin, e também o novo projeto paisagístico do Vale do Anhangabaú. No Vale está localizado, entre outras edificações importantes, o edifício Mirante do Vale, o maior de São Paulo, com 50 andares e 170 metros de altura. Atualmente, apesar do belo projeto paisagístico, o Vale não funciona tanto como um Parque, dentre vários motivos podemos citar a falta de segurança no local.





Museu de Arte Moderna – RJ

19 10 2009

Criado em 1948, projeto do arquiteto  Affonso Eduardo Reidy (1909-1984), o MAM é parte integrante das transformações culturais do período pós-II Guerra Mundial, que se traduz no crescimento das cidades e na diversificação de seus equipamentos culturais. Conta com exposições, música, teatro, cinema e debates. Inicialmente funcionou em salas cedidas pelo Banco Boa Vista, na praça Pio X, e depois entre os pilotis do Ministério de Educação e Saúde. A atual sede projetada por Reidy se localiza hoje no Aterro do Flamengo, com projeto paisagístico de Roberto Burle Marx. A obra é iniciada em 1954 e concluída em diferentes etapas: o Bloco-Escola em 1958, o Bloco de Exposições em 1967 e o Bloco-Teatro inacabado. Vale destacar no projeto o partido estrutural, as linhas racionalistas que a arquitetura vivenciava na época, auge do modernismo no Brasil, a planta livre do espaço de exposições e a atenção concedida à iluminação. Conta com obras de artistas como Alberto Giacometti, André Lhote, Di Cavalcanti, Lasar Segall, Oswaldo Goeldi, entre outros.

MAM/RJ
Av. Infante Dom Henrique, 85

Centro – Rio de Janeiro/RJ
Telefone: 21 2240-4944‎





Cidade da Música

16 10 2009

O projeto da Cidade da Música no Rio de Janeiro chama atenção por diversos aspectos, sua inserção num grande terreno na Barra da Tijuca, o porte da contrução e pela grande polêmica gerada em torno da obra. Sua construção tem como finalidade recuperar a centralidade daquela área (antigo Parque Trevo das Palmeiras) e interligar as zonas Norte e Sul. O arquiteto francês Christian de Portzamparc foi chamado para realizar a intervenção e, a partir dos desenhos do urbanista Lucio Costa para a área, criou o projeto. O desenho tem referências no relevo característico do Rio de Janeiro, uma marca da cidade e toma como partido a criação de um espaço público com poucos fechamentos que permita uma visão panorâmica do mar, montanha e planície e cria um ambiente propício para a música. O local será a sede da Orquestra Sinfônica Brasileira que criará ali uma escola de música. O complexo possui duas salas de apresentação, uma delas sendo única no mundo com suas características técnicas e a maior da América Latina. Haverá ali também uma biblioteca multimedia, salas de cinema, restaurante e lojas. A polêmica em torno da construção do complexo é devido ao superfaturamento da obra orçada em R$ 80 milhões e com gastos finais de R$ 504 milhões. Quem for ao Rio vale a pena visitar, nem que seja de carro, a Cidade da Música pela sua monumentalidade e para conferir uma intervenção de um arquiteto internacional, ganhador do Pritzker, no Brasil.

Cidade da Música
Av. Ayrton Senna – Barra da Tijuca
Rio de Janeiro – RJ
Telefone: 21 2431-6120





Hotel Unique

15 10 2009

Quando quiser se hospedar em São Paulo, viver a arquitetura da cidade e ainda curtir a agitada noite paulistana o Hotel Unique é uma ótima opção. O hotel está localizado em um dos melhores endereços da cidade, nos Jardins, perto de restaurantes estrelados, do Parque Ibirapuera, da Paulista e dos melhores bares e casas noturnas. O projeto é do arquiteto Ruy Ohtake e foi concluído em 2005. Ruy propõe um arco invertido com aproximados 100m de comprimento e duas empenas de concreto nas laterais. Essa forma, associada as janelas circulares é frequentemente comparada a um navio ou, por muitos, com uma melancia. O acesso é feito pela lateral onde tem-se o lobby de vidro totalmente transparente para que houvesse uma maior integração com a rua e a cidade. O revestimento da fachada é de cobre pré-oxidado em três tons de verde, reforçando a imagem nautica do hotel. O hotel também conta com um bar em sua cobertura, o Skye, que é bastante frequentado no pré-balada dos paulistanos. A grande ênfase do bar está nos excelentes coquetéis, na vista de 360º do skyline da cidade e no fato de existir uma piscina vermelha na varanda descoberta, algo pouco usual. Os apartamentos de ponta também chamam bastante atenção por acompanharem a forma extrena do arco até se juntarem com o forro.

Hotel Unique
Av. Brigadeiro Luis Antonio, 4700 – Jardim Paulista
São Paulo – SP
Tel: 11 3055-4710





Havaianas Concept Store

14 10 2009

Entrando na onda das lojas conceito, a Havaianas inaugura a sua em São Paulo, consolidando seu nome como caracteristica do Brasil. Vizinha de outras lojas importantes do cenário fashion mundial como Armani, Louis Vuitton, Diesel, Dior e Osklen, a Havaianas não poderia pecar quanto ao seu projeto arquitetônico. Para isso contratou para assinar o projeto o premiado arquiteto Isay Weinfeld. Isay pensou num espaço que caracterizasse a cultura brasileira incluindo as famosas sandálias nela. Para isso ele cria, dentro da loja, mini expositores que lembram a rotina do país, um deles uma barraca de feira de rua. O mais interessante, no entanto, é a implantação da construção no terreno e como isso se relaciona com a rua. O acesso é feito pela Rua Oscar Freire, porém a loja está num nível abaixo de forma que logo na entrada há uma escada para a loja em si. A cobertura é um grande quadriculado, como num tabuleiro, onde nas casas “brancas” há um fechamento de vidro por onde entra iluminação externa e nas casas “pretas” estão alojadas a iluminação e o ar condicionado.

Havaianas
Rua Oscar Freire, 1116
São Paulo – SP
Tel: 11 2505-7405
Horário de funcionamento: segunda a sábado das 10h as 20h





Instituto do Mundo Árabe

13 10 2009

O Instituto do Mundo Árabe, localizado próximo a Catedral de Notre Dame, na área central de Paris é um centro cultural com museu, espaços para exibições, uma biblioteca, um centro de documentação, um auditório, um restaurante, oficinas infantis e escritórios. A escolha do arquiteto partiu de uma concorrência promovida pelo então presidente da França, François Mitterrand. No projeto, o arquiteto Jean Nouvel recria elementos da cultura islâmica e os aplica na fachada Sul do edíficio inovando assim no formato dos brises que ele utiliza para filtrar a insolação excessiva. Ele cria um elemento que se baseia num diafragma das câmeras fotográficas, abrindo e fechando de acordo com a intensidade luminosa do exterior, tudo isso controlado mecânicamente com o auxílio de células fotosensíveis. O efeito disso no interior do prédio é um controle da entrada de luz que lembra muito a arquitetura islâmica. A outra fachada, de frente para o Rio Sena é completamente espelhada refletindo a paisagem do rio e da cidade de Paris. O prédio vale a pena de ser visitado, pois ele foi construído na década de 80, época onde essa questão de conforto e sustentabilidade ainda não era tão discutida e utilizando-se ainda de uma técnologia inovadora para filtrar a luz.

Institut Du Monde Arabe
1, rue des Fossés Saint-Bernard
Place Mohammed V
75236 PARIS CEDEX 05
Tel: 01 40 51 38 38