Estação da Luz

23 10 2009

A primeira Estação da Luz foi construída em 1867 pela Estrada de Ferro Inglesa, a São Paulo Railway, e ligava Jundiaí, interior de São Paulo e Santos. Com a expansão das exportações de café, a estação ficou pequena para transportar o volume de mercadorias até o porto de Santos e em 1895 a próspera companhia São Paulo Railway começa, no mesmo local, a construção de uma outra estação, maior e mais imponente. A nova construção foi projetada pelo arquiteto inglês Charles Henry Driver, em estilo neoclássico. Todos os materiais utilizados na construção foram importados da Europa, assim a Estação da Luz foi apenas montada aqui. Em 1946 um incêndio criminoso destruiu uma grande parte da estação restando apenas a ala oeste. Em 1947 a companhia proprietária da estação é nacionalizada com o nome Estrada de Ferro Santos-Jundiaí. Em 1951 ficam prontas as obras de restauração do edifício incendiado, adicionando a ele um outro pavimento e uma plataforma central para utilização do trem metropolitano. A partir desse período o transporte ferroviário entra em decadência no Brasil e com isso a estação e todo o bairro da Luz entram num processo de degradação. Nas décadas de 90 e 2000 a estação passa por um processo de reformas emcabeçadas pelo arquiteto Paulo Mendes da Rocha e a partir daí passa a abrigar o Museu da Língua Portuguesa em seu mezanino. Hoje a Estação da Luz é uma importante ligação do centro de São Paulo com o resto da região metropolitana por interligar as linhas de metro e trem e destaca-se como exemplo de preservação do patrimônio histórico, tendo sido tombada pelo Condephaat em 1982.

Estação da Luz
Praça da Luz, 1
Luz – São Paulo (Metrô Luz)
Telefone: 0800-55-0121
www.estacaodaluz.org.br
Horário: todos os dias, das 4h às 24h